forex trading logo

Dicas de Culinária

Mural de Recados

Escolinha SA11

 

 

VISITE A FAN PAGE

https://www.facebook.com/Sa11GolDePlaca?ref=ts&fref=ts

INSCRIÇÕES ABERTAS!

 

ESCOLINHA DE FUTEBOL - SA11

GOL DE PLACA

 

Liga Desportiva Russana - LIDER

Rua Dr. José Ramalho, nº 1120-A, Russas/CE

Contatos:

(88) 9973-0815 / 9240- 7866

 

DOCUMENTOS:

Cópia da Certidão de nascimento ou RG,

Atestado de saúde e

01 foto 3x4

THE FEVERS: Sucesso Sempre PDF Imprimir E-mail
Escrito por Ricardo Torres   
Ter, 11 de Maio de 2010 00:00

 

A Cidade de Russas viveu um grande momento no campo musical no ultimo sábado(08/05) quando a AACR(Associação Atlética e Cultural de Russas) comemorou seu aniversário de 58 anos. Foi a terceira passagem da banda The Fevers pela cidade, numa noite de muita animação já que todos fizeram uma viagem no tempo e cantaram junto com o vocalista Luiz Cláudio os grandes sucessos da banda “ Mais Popular do Brasil” e que já conta 45 anos de carreira. Sou Fevers mesmo antes da banda nascer, e estou aqui, e vamos ficar mais tempo na estrada” comentou Liebert Ferreira único da primeira formação da banda.

 

A Terceira Via esteve presente ao evento, já que o mestre de cerimônia Ricardo Torres(Diretor de Publicidade) foi convidado para apresentar a banda The Fevers.

 

Conheça a História

Oriundos do Rio de Janeiro nos anos 60, The Fevers lançaram seu primeiro disco em 1965. Naquele momento, acontecia no mundo a maior revolução de costumes de todos os tempos, tanto na área musical quanto na de comportamentos. No Brasil essa mudança foi representada pelo programa de TV Jovem Guarda, que reuniu todos os jovens artistas simpatizantes do movimento, assumindo uma dimensão cultural que ajudou a impulsionar a carreira desses artistas. The Fevers tiveram grande participação e importância neste cenário junto a vários outros, todos comandados pelo trio de apresentadores do programa formado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa.

O programa Jovem Guarda saiu do ar em 1969, mas o movimento que introduziu a guitarra elétrica e os instrumentos eletrônicos na música brasileira não podia sair de cena sem deixar suas marcas mais profundas. O Brasil mudou. Os Fevers emplacaram inúmeros hits e freqüentaram o topo das paradas de sucessos das rádios e TVs. Entre esses hits se destacam “Já Cansei” (1969), “Agora Eu Sei” (1969), “Cândida” (1970), “Vem Me Ajudar”, “Mar de Rosas” (recentemente regravada pela banda baiana Chiclete Com Banana), “Sou Feliz”, Nathalie” (todas de 1971), “Ninguém vive sem amor”, “Deus” (ambas de 1972), “Alguém Em Meu Caminho”, “Hey Girl” (as duas de 1973), “Sou Assim” e “Marcas do Que Se Foi” (1976), “Pra Cima, Pra Baixo” e “Gengis Kan” (1978), “Elas Por Elas” (1982), “Guerra dos Sexos”(1983), “Unidunitê”(1985), em participação especial no disco do grupo infantil Trem da Alegria, “Por Causa de Você” (1986), que voltou em 2003 ao primeiro lugar de execução em regravação da banda KLB e “Um Louco” (1992). São deles versões inesquecíveis, canções próprias e temas de abertura de novelas da Globo que ficaram na memória do público brasileiro. Foi com esta carreira de êxito que eles conquistaram o titulo de Banda Mais Popular do Brasil em pesquisa feita pelo programa Fantástico, da TV Globo.

Os 45 anos de estrada renderam um volume de sucessos só comparável no Brasil ao Rei Roberto Carlos. Contabilizando, são quase 11 milhões de copias vendidas no Brasil e no exterior, (entre vinil, cd e dvd), incluindo várias compilações, trabalho esse que lhes rendeu premiações especiais tais como discos de ouro, platina, platina dupla e diamante. No ranking dos artistas que mais vendem disco no catálogo da gravadora EMI Music, no Brasil, The Fevers figuram com destaque, ao lado de ícones da MPB como Simone, Milton Nascimento, Paralamas do Sucesso, Legião Urbana e outros.

A formação atual da banda, que há dez anos percorre com grande sucesso de público todo o país é: Liebert Ferreira (contrabaixo), Luiz Cláudio (vocal), Miguel Ângelo (teclados), Rama (guitarra) e Otávio Monteiro (bateria). No entanto, no decorrer desses 45 anos de estrada mudanças ocorreram, sendo que outros artistas, cada um a seu tempo, participaram ativamente do grupo, deixando cada um a sua reconhecida colaboração. São eles: Almir Bezerra (vocal e guitarra base), Miguel Plopschi (sax), Cleudir Borges (teclados), Evangivaldo Pedro da Luz (guitarra), o baterista Lécio do Nascimento (falecido em março de 2000), Augusto César, Michael Sullivan, César Lemos (guitarras e vocais) e Darci Fernandes (bateria).

Em 2004, paralelamente à gravação de seu Cd pela gravadora Polydisc, de Recife, The Fevers relançaram grande parte das obras de seu catalogo da EMI Music, remasterizadas, em um Box comemorativo de Cds com o título “The Fevers Collection”.

No ano de 2005 aconteceram várias comemorações pelos 40 anos da Jovem Guarda. O projeto Jovem Guarda – 40 Anos de Rock Brasil foi o que teve maior repercussão, pois incorporou com fidelidade as características musicais da época do movimento, apresentando no mesmo palco grandes ícones do rock nacional: The Fevers, Golden Boys, Wanderlea, e o Tremendão Erasmo Carlos. Após percorrer todo o Brasil com grande sucesso o show foi registrado ao vivo em CD e DVD pela EMI Music, sendo posteriormente premiado com discos de Ouro e platina.No mesmo ano, a banda lança o Cd “Uma história de sucessos”, o segundo pela gravadora Polydisc.

Em 2006, administrando o tempo entre os shows da Banda e o projeto em homenagem à Jovem Guarda, agora rebatizado como “Festa de Arromba”, os integrantes dos Fevers viveram momentos marcantes: um deles foi a gravação ao vivo do primeiro DVD da carreira deles, no palco do Clube Português, em Recife. Para esta obra, eles escolheram um repertório repleto de sucessos, passando a limpo toda a trajetória da banda. A produção musical ficou a cargo de Liebert Ferreira, contrabaixista da banda.

No inicio de 2007 o DVD e o Cd correspondente foram lançados pela gravadora Polydisc. Como era esperado, esse trabalho alcançou novo record de vendagem, contabilizando mais um disco de ouro para o grupo. Empolgados com o sucesso do DVD, lançaram no meio do ano o show “Vem Dançar”, no palco do Canecão (Rio de Janeiro), com casa lotada. O repertório do espetáculo reproduz o do DVD, justificando muito bem o nome Vem Dançar. O ritmo contagiante faz com que a platéia vibre durante quase 2 horas de performance da banda. Em setembro de 2008 a banda retorna ao Canadá para duas apresentações em Toronto, sendo uma delas um memorável concerto no afamado Molson Amphitheater, por onde passam habitualmente as maiores estrelas do cenário artístico mundial. De dezembro até final de janeiro de 2009, o grupo excursionou pelo nordeste do Brasil com a 10a. Edição da Turnê de Verão Nordeste, um projeto desenvolvido há dez anos consecutivos pela Marinho Produções & Eventos, escritório que administra a carreira deles com total exclusividade no Brasil e no exterior.

Com agenda de shows muito requisitada, The Fevers mantém uma média anual superior a 100 apresentações ao vivo, de norte a sul do país. Das festas mais populares, passando pelos eventos corporativos e indo até às recepções organizadas por camadas elitizadas da sociedade brasileira, os hits dos Fevers são indiscutivelmente bem aceitos. Suas canções marcaram época, o que prova que The Fevers ocupa lugar de destaque nos corações de seus fãs e na história da musica popular brasileira. Este fato independe de classe social e destaca o lado Cult da banda mais popular do país.

Durante toda a sua longa carreira, The Fevers vem executando na prática o que Milton Nascimento escreveu em uma de suas canções de sucesso, “Bailes da vida”, ou seja: “a gente vai aonde o povo está”.

COM INFORMAÇÃO DO SITE DA BANDA THE FEVERS

 

 

SITE ZICO 60!

 

VISITE O SITE

http://www.zico60.com.br/

e deixe seu recado para o ZICO!

 

Previna-se!

 

 

PARA REFLETIR!

 

 

PARCEIRO!

 

 




Copyright © 2010 All Rights Reserved. Designed by Regiano Ferreira